quinta-feira, 21 de março de 2019

Riscos psicossociais e a promoção de locais de trabalhos saudáveis e inclusivos


A Doutora Cláudia Fernandes do CATIM lecionou um workshop na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra direcionado ao Mestrado Europeu WOP-P Master in Work, Organizational and Personnel Psychology e ao Mestrado Integrado em Psicologia com especialização em Psicologia das Organizações do Trabalho e dos Recursos Humanos. O workshop versou-se sobre a temática da apreciação de riscos psicossociais e a promoção de locais de trabalhos saudáveis e inclusivos.

terça-feira, 19 de março de 2019

Projeto AddTech



Trata-se de um projeto de colaboração entre o CATIM, o OAT do CICS.NOVA e a FCT NOVA, para apoio às atividades de investigação empírica no âmbito da tese de doutoramento de Nuno Araújo. Decorre no Observatório de Avaliação de Tecnologia.
A tese tem a orientação de António B. Moniz (DCSA, FCT NOVA) e fazem parte ainda da Comissão de Acompanhamento de Tese, José Barata (DEE, FCT NOVA), Nuno Boavida (CICS.NOVA e FCSH NOVA) e Bettina-Johanna Krings (ITAS-KIT).

segunda-feira, 18 de março de 2019

Concurso Inovdesign!


https://www.inovdesign.pt/

Representando a AIMMAP, Francisco Alba do CATIM integra mais uma vez o júri do Concurso INOVDESIGN. Este concurso pretende identificar e selecionar até dez ideias de produtos a desenvolver, com uma forte componente de design, enquanto característica diferenciadora e de valorização no mercado.
O Projeto “INOVDESIGN”, promovido pela Fundação de Serralves, tem como objetivo a sensibilização e capacitação das Pequenas e Médias empresas da Região Norte de Portugal para a adoção de modelos inovadores de desenvolvimento e design de produtos e bens.

quinta-feira, 14 de março de 2019

Call For the 10 Best Ideas for the Industry, até 19 de março!



O CATIM,  representado por Francisco Alba, integra o júri do Concurso Hubtech by 360 Tech Industry, através do qual serão premiados 10 projetos inovadores. O júri será também constituído pelo Professor Nuno Mangas, Presidente do Conselho Diretivo do IAPMEI e pelo Engenheiro José Carlos Caldeira, administrador do INESC TEC.
As inscrições encontram-se abertas até ao dia 19 de março.

De realçar a realização de um ciclo de conferências dedicado às várias áreas que interagem com a indústria 4.0, denominado “Let’s Talk 4.0”.

Mais informações e inscrições: http://360techindustry.exponor.pt/pt/

quarta-feira, 13 de março de 2019

SEGURANÇA EM EQUIPAMENTOS DE TRABALHO - DIRETIVA EQUIPAMENTOS DE TRABALHO, Formação CATIM 3 e 4 de Abril!


OBJETIVOS

No final da ação os formandos deverão ser capazes de:
1. Conhecer as implicações do Decreto-lei n.º 50/2005 e despoletar na organização todas as ações necessárias para o seu cumprimento;
2. Identificar os riscos associados aos equipamentos em utilização e definir medidas para a sua redução;
3. Definir procedimentos para a realização de verificações iniciais, periódicas e excecionais.

DESTINATÁRIOS
Responsáveis de processo, manutenção e segurança.
Técnicos e Técnicos Superiores de SST e outros profissionais com responsabilidades ao nível da SST.

PROGRAMA
DIRETIVA EQUIPAMENTOS DE TRABALHO
- DEcreto Lei n.º 50/2005 e os demais diplomas e referenciais normativos
- Imposições legais

REQUISITOS MÍNIMOS DE SEGURANÇA
- O que analisar num equipamento em utilização
- Como implementar as alterações necessárias

VERIFICAÇÕES INICIAIS PERIÓDICAS E EXCECIONAIS
- Responsabilidade na realização das verificações
- Listas de verificação
- Resultado da verificação

REGRAS PARA UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE TRABALHO

CASOS PRÁTICOS
- Realização de casos práticos aplicáveis a equipamentos de trabalho

Mais informações e inscrições: aqui

segunda-feira, 11 de março de 2019

ISO 9001:2015 - SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE, Formação CATIM, 16 de Abril!


OBJETIVOS

No final da ação os formandos deverão ser capazes de:
1.     Conhecer a estrutura da norma e os seus requisitos bem como implicações da sua implementação;
2.     Apresentar técnicas, ferramentas e metodologias de implementação dos requisitos;
3.     Desenvolver um plano de ações para adequação da organização à norma.
4.     Perceber o benefício que advém da implementação de um SGQ;
5.     Preparar o processo de Certificação.

DESTINATÁRIOS
Responsáveis de Gestão, Responsáveis de Sistemas de Gestão da Qualidade e/ou quadros envolvidos na implementação/melhoria do sistema da qualidade.

PROGRAMA
SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE - A NORMA ISO 9001:2015
- Os princípios da Gestão da Qualidade
- Abordagem por processos e o Ciclo PDCA
- O pensamento baseado no Risco (introdução a algumas ferramentas)
- Termos e definições
- Dos requisitos da ISO 9001 à prática
·         Contexto da Organização
·         Liderança
·         Planeamento
·         Suporte
·         Operacionalização
·         Avaliação de desempenho
·         Melhoria
- Estratégias e etapas para um Plano de implementação ISO 9001:2015

EXERCÍCIOS E CASOS PRÁTICOS

Mais informações e inscrições: aqui

quinta-feira, 7 de março de 2019

ISO/IEC 17025:2017 - SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA LABORATÓRIOS, Formação CATIM, 19 e 20 de Março!


OBJETIVOS

No final da ação os formandos deverão ser capazes de:
1. Conhecer os requisitos da Norma e implicações da sua implementação;
2. Identificar as principais etapas de construção e implementação de um SGQ segundo o referencial;
3. Desenvolver projetos de melhoria da qualidade em ambiente de laboratório

DESTINATÁRIOS
Técnicos e Responsáveis de Laboratório envolvidos na definição e implementação e melhoria de um sistema de gestão da qualidade de acordo com os requisitos da norma ISO/IEC 17025.

PROGRAMA
INTRODUÇÃO À QUALIDADE
-          Conceitos fundamentais da Qualidade em contexto de Laboratórios
-          Introdução ao Sistema Português da Qualidade
-          Acreditação vs Certificação

REQUISITOS DA ISO/IEC 17025 E EXEMPLOS DE APLICAÇÃO
-          Requisitos Gerais: Imparcialidade e Confidencialidade
-          Requisitos estruturais
-          Requisitos de Recursos
-          Requisitos dos Processos
-          Requisitos do Sistema de Gestão
-          Suportes do processo técnico para o pedido de acreditação (IPAC)

EXERCÍCIOS E CASOS PRÁTICOS

Mais informações e inscrições: aqui

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

CATIM, entidade parceira na 360 TECH INDUSTRY na Exponor,

CATIM, entidade parceira na 360 TECH INDUSTRY na Exponor, 16 a 18 de Maio!
A participação do CATIM será garantida pela participação nas conferências Let's Talk 4.0 sobre as diversas temáticas da Indústria 4.0 e pela participação no júri, representado por Francisco Alba, do Concurso "HubTech by 360 Tech Industry".

Nas conferências Let's Talk 4.0, teremos as seguintes intervenções:

- Impacto da Indústria 4.0 na Segurança das Máquinas, Alberto Fonseca (Catim)

- Techparts, projecto de I&D para sistema de apoio à decisão das actividades de manutenção preventiva de ferramentas de desgaste rápido (Humberto Ferreira, Pragmasoft e Cláudia Pires, Catim)

- Comet 4.0 - European Training for Coordinate Metrology 4.0 (Luis Rocha e Fernando Ferreira, Catim)



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

DMAIC - "Define, Measure, Analyze, Improve, Control"


O QUE É?
A metodologia DMAIC (iniciais de Define, Measure, Analyze, Improve, Control) consiste num procedimento estruturado de solução de problemas, utilizado na melhoria da qualidade dos processos, nomeadamente em projetos Seis Sigma.

ETAPAS
A metodologia compreende 5 etapas distintas, que devem ser executadas pela seguinte ordem [1,2,3]:

DEFINE (Definir) – Definir os objetivos do projeto e sua pertinência face aos requisitos do cliente; definir os membros da equipa; estabelecer metas e determinar os recursos necessários; fazer o mapeamento do processo; elaborar o Project Charter.
Ferramentas a utilizar: Fluxograma; Diagrama de Gantt; SIPOC; P-map; T-map.

MEASURE (Medir) – Identificar as características críticas da qualidade (CTQ) de forma a definir o que é que se vai medir, o tipo e método de recolha de dados; perceber o estado atual do processo e sua capacidade; calcular o nível sigma do processo.
Ferramentas a utilizar: Ferramentas de recolha de dados; Formulários; Cartas de controlo; MSA; Estudos R&R.

ANALYZE (Analisar) – Através dos dados recolhidos na etapa anterior, identificar as relações de causa-efeito associadas ao processo, de forma a determinar as potenciais fontes de variação que atuam sobre este, ou seja, as causas raiz dos defeitos.
Ferramentas a utilizar: Brainstorming; Diagrama de causa-efeito; Testes de hipóteses; 5 Porquês; FMEA; Planeamento de experiências.

IMPROVE (Melhorar) – Determinar soluções para eliminar as causas raiz dos defeitos, melhorando o desempenho do processo; verificar o impacto das soluções; analisar a relação custo/benefício das soluções.
Ferramentas a utilizar: Análise de custo/benefício; FMEA; Simulação.

CONTROL (Controlar) – Monitorizar de forma a manter os ganhos alcançados e identificar possibilidades para a implementação das melhorias em processos similares.
Ferramentas a utilizar: Cartas de controlo; Manutenção preventiva; Poka-yoke.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS
Metodologia consistente e bem estruturada
Orientação ao cliente
Responsabilidades e funções bem definidas
Melhoria do desempenho dos processos

BIBLIOGRAFIA
[1] Montgomery, D. C. (2009). Introduction to statistical quality control. Arizona State University, 6th Edition, John Wiley & Sons, pp. 45-54;
[2] Pyzdek, T. (2003). The six sigma handbook. New York: McGraw-Hill Education. pp. 237-239;
[3] Bass, I. (2007). Six sigma statistics with Excel and Minitab. New York: McGraw-Hill. pp. 2-14.


Nota: post publicado com a colaboração de Daniela Meira da Unidade da Qualidade e Inovação

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Is the metrotomography a reliable method to measure the dimensional and geometric specifications of technical parts? CT machine versus CMM machine


Fernando Ferreira, do CATIM, participou na ICT 2019 - 9ª international Conference on Industrial Computed Tomography, importante conferência que se realizou em Itália nos passados dias 13 a 15 com o seguintes “Post Exibition”:
“Is the metrotomography a reliable method to measure the dimensional and geometric specifications of technical parts? CT machine versus CMM machine - A practical approach Fernando Ferreira, CATIM - Technological Center for the Metal Working Industry, PT”