quarta-feira, 13 de junho de 2018

A Norma EN ISO 12100 - Segurança de Máquinas


O principal objetivo desta Norma é proporcionar aos projetistas o enquadramento e orientações sobre as decisões a tomar durante o desenvolvimento das máquinas tendo em vista a conceção de máquinas que sejam seguras em condições previstas de utilização. Também fornece uma estratégia para quem desenvolve as normas e ajuda na preparação de normas tipo-B e tipo-C apropriadas e consistentes.

O conceito de segurança de máquinas considera a capacidade de uma máquina executar a(s) função(ões) prevista(s) durante o ciclo de vida para o qual o risco foi adequadamente reduzido.

Esta Norma é a base para um conjunto de normas que tem a seguinte estrutura:

Normas tipo-A (normas básicas) estabelecem conceitos básicos, princípios de conceção e aspetos
gerais que podem ser aplicados às máquinas

Normas tipo-B (normas gerais de segurança) lidam com um aspeto da segurança ou com um meio de
proteção que pode ser usado num gama ampla de máquinas:
tipo-B1 normas sobre aspetos gerais de segurança (por exemplo, distâncias de segurança,
temperatura de superfície, ruído)
tipo-B2 normas sobre meios de proteção (por exemplo, comandos bimanuais, dispositivos de
encravamento, dispositivos sensíveis à pressão, protetores);

Normas tipo C (normas de segurança por categoria de máquinas) lidam com requisitos de segurança
detalhados aplicáveis a uma máquina particular ou grupo de máquinas particular.

A presente Norma EN ISO 2010 está a ser traduzida na comissão técnica CT40 - Máquinas Ferramenta, comissão técnica coordenada pelo Organismo de Normalização Sectorial CATIM, presidida por Alberto Fonseca, também do CATIM.
Esta tradução encontra-se neste momento na fase de revisão da prova de autor na CT40, pelo que se prevê que seja publicada pelo IPQ a curto prazo como NP EN ISO 12100:2018

segunda-feira, 11 de junho de 2018

SimpMet2018 - 6ª Edição do Simpósio de Metrologia 2018



No passado dia 23 de Maio realizou-se a 6ª edição do Simpósio de Metrologia, SIMPMET2018 iniciativa que contou com o apoio do CATIM.
Com 200 inscrições que esgotaram a capacidade da sala, o SimpMet deste ano focou-se no debate de vários temas que a curto prazo irão ter profundas implicações na metrologia e na indústria, como o Regulamento Geral de Protecção de Dados (RGPD) que entrou em vigor no passado dia de 25 de Maio, a reformulação do Sistema Internacional de Unidades (SI) e a nova edição da norma ISO/IEC 17025 e a Mobilidade.

Isabel Perfeito do CATIM, além de participar mais uma vez na Comissão Organizadora, participou com Noélia Duarte (Comissão de normalização APQ/ IPQ - CT 147 e ISO/ CASCO WG44 – Revisão da  ISO/IEC 17025) na apresentação da comunicação "A nova ISO/IEC 17025 - Mudança e impacto para os laboratórios".


segunda-feira, 4 de junho de 2018

Comparative study of the application of risk assessment methodologies and Risk Matrix in collaborative robots.



https://ahfe2018.org/


É o título do artigo da autoria de Alberto Fonseca e Cláudia Pires do CATIM e que será apresentado na 9º Conferência AHFE2018 (Applied Human Factors and Ergonomics) que decorrerá em Orlando, EUA nos próximos dias 21 a 25 de Julho.


Abstract: This article proposes the study and analysis of the risks associated to complex machines, namely the collaborative robots. 
Currently, collaborative robots are in full development with application already identified in different sectors of activity and with great potential compared to other complex machines.
However for new working situations could be necessary to use new risk assessment approach, suitable to deal with all new parameters and new risks generated by the collaborative work between a (complex) machine and human beings.
In this sense, it is important to assess the risks of this type of machines, and this may addresses to the need of different methodology of risk assessment to be used in new and complex cases like these seems to are.
In view of this scenario, a comparative study was carried out between two risk assessment methodologies in order to identify risk management tools for decision support and thus to support the manufacturers and users of these machines (collaborative robots) in the use of appropriate and reliable methodologies.
The study compares two methodologies of risk assessment (in real context). The “RCM - Reliability Centred Maintenance”,  complex and exigent one normally used in the airspace industry, and the “Risk Matrix”, a simple methodology currently in use for the safety of machines and work equipment.
This study will evaluate the quality of results regarding the application of the RCM methodology, tested and recognized in a sector known of great criticality, in another developing industrial sector. On the other hand, the quality of information obtained from a simple and frequently used methodology between manufacturers and users of these complex machines will also be evaluated.

Programa da Conferência: aqui