quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Como conhecer os serviços que o CATIM presta à indústria?

Aceda p.f. ao site do CATIM (www.catim.pt) onde apresentamos os serviços (incluindo a n/ oferta de formação) e também os certificados de acreditações ou reconhecimentos onde poderá conhecer em pormenor todos os serviços, ensaios, calibrações acreditados.
Também de forma permanente colocamos notícias de cursos, seminários, novos serviços, projectos, eventos e notícias de interesse para a indústria, não só neste blog mas também nas nossas páginas:
 
E não se esqueça de nos consultar... catim@catim.pt , telefone 226 159 000
ou visitar... Porto, Lisboa, Braga!

 
 
 
Certificados de acreditação:  http://www.catim.pt/index.php?run=Reconhecimentos
 
 
 
------------------------------------------------------------------------------------------
Votos de um Bom Ano de 2016!
---------------------------------------------
 

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Festas Felizes!



A todos os seguidores deste blog, associados, clientes, parceiros e amigos, e em nome de toda a equipa CATIM, os mais sinceros agradecimentos por nos ajudarem a cumprir a nossa Missão e a fazer o nosso caminho, e votos de um Feliz Natal e de um 2016 cheio de alegrias e sucessos!

Francisco Alba

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

22ª Reunião Plenária do Learning Working Group LWG@PT


A  Rede Nacional 'Lwg@pt' é uma rede de parceiros de desenvolvimento que, alinhada pelo propósito de estimular a aprendizagem permanente, pretende implementar iniciativas e dinamizar boas práticas de acesso a saberes centrados em resultados e resolução de problemas.
Esta Rede é constituída por entidades públicas e particulares que, no seu conjunto, e tirando partido das competências  específicas de cada membro, se encontra empenhada em dinamizar aspetos como:
- Aprendizagem ao Longo da Vida;
- A Inovação Organizacional;
- Incentivo à utilização das TIC (nomeadamente em PME);
- Melhoria das qualificações dos Portugueses.
É convicção da rede que será possível alcançar novas facetas da competitividade, criando novos produtos e potenciando novos negócios, em especial os que resultem em bens transacionáveis, através da utilização de metodologias de distribuição adequada dos saberes acima referidos.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

CMTrain – Remote training on technical competencies for industrial settings

 

Foi o título da comunicação apresentada por Cláudia Fernandes, da autoria da própria, de Luís Rocha e Nuno araújo do CATIM, em parceria com Michael Marxer na conferência European Conference on Lifelong learning – IV Forum Lifelong learning Hub que decorreu na Universidade de Évora que se realizou nos passados dias 2 e 3 de dezembro.

Esta conferência teve como objectivos:
- Contribuir para o aprofundamento de temáticas associadas a ALV em Portugal e na Europa, focalizando grupos específicos e os desafios à sua inclusão;
- Partilhar as estratégias de intervenção no desenvolvimento, formação e certificação da aprendizagem ao longo da vida;
- Estabelecer uma agenda de investigação e formação na área;
- Consolidar as redes de profissionais, empresas e instituições nacionais e internacionais na área.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Telecadeira da Torre, Serra da Estrela

É uma das muitas instalações por cabo para o transporte de pessoas que foi sujeita a análise da segurança avaliando a conformidade com os requisitos essenciais.
Está localizada na Estância de Esqui no topo da Serra da Estrela e foi inaugurada em 2002. É tecnicamente designada por telecadeira com sistema de grampo fixo ao cabo-sem-fim e é dotada de 112 cadeiras abertas com capacidade de 4 pessoas cada. De inverno transporta os esquiadores da Estância de esqui a 1852 metros de altitude até à Torre a 1998 metros, percorrendo uma distância de 920 metros. De Verão  é utilizada por turistas, funcionando a velocidade reduzida.
Recordam-se aqui as primeiras fotos tiradas em 2004, no decurso das primeiras visitas efectuadas pela equipa da Unidade de Engenharia e Segurança de equipamentos do CATIM.
Já durante o mês passado de Outubro, esta instalação foi sujeita a mais uma avaliação intercalar de segurança a cargo do CATIM, serviço mais uma vez tornado possível pela confiança depositada pela Turistrela, entidade proprietária, e pela autoridade nacional neste domínio, o IMT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes.
 

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

44ª reunião do Grupo Horizontal - Directiva Máquinas


Realizou-se nos dias 2 e 3 de Dezembro, em Bruxelas, a 44ª reunião do Grupo Horizontal – Diretiva Máquinas.
Este grupo tem como objetivo principal o intercâmbio de experiências entre os organismos notificados neste âmbito. O resultado deste trabalho é encaminhado para o grupo de Grupo de Trabalho Máquinas que, após aprovação, disponibiliza a informação através da publicação no site da União Europeia (incluir link).
O CATIM, Organismo Notificado desde 1994, participa ativamente nestas reuniões, sendo representado pela Engª Filipa Lima da Unidade de Engenharia e Segurança de Equipamentos.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Gestão e planeamento das atividades de manutenção numa serralharia



No passado dia 19 de Novembro, o CATIM participou no  13.º Congresso Nacional de Manutenção, evento organizado pela APMI (Associação Portuguesa de Manutenção Industrial), com a comunicação “Gestão e planeamento das atividades de manutenção numa serralharia” da colaboradora Engª Claudia Pires. 
No dia anterior, 18 de Novembro, o CATIM organizou uma sessão técnica sobre a Gestão da Manutenção, iniciativa que visou estimular o debate, diálogo e desenvolvimento de projetos na área da Manutenção.
 

 
Ciclo de Sessões Técnicas 2015 / 2016: aqui

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Gestão da Manutenção



Gerir de forma eficaz a manutenção de um parque industrial, garantindo a disponibilidade, a qualidade e segurança dos equipamentos e processos produtivos é condição essencial para que a empresa possa responder com qualidade, produtividade e competitividade às exigências do mercado, e ao mesmo tempo salvaguardar o estado de boa utilização ao menor custo do seu parque de equipamentos.
Neste âmbito a Unidade da qualidade e Inovação do CATIM organizou no passado dia 18 uma sessão técnica sobre este tema, na qual participaram 16 representantes de 14 empresas industriais, que fizeram uma avaliação muito positiva da mesma, pela oportunidade de abordagem de alguns conceitos fundamentais e acima de tudo pela partilha de experiências.
 
SUNVIAUTO, PINTO & CRUZ , SF MOLDES, S.A., BOSCH SECURITY SYSTEMS, S.A., FREZITE, BORGWARNER EMISSIONS SYSTEMS PORTUGAL UNIPESSOAL, LDA, LEICA - APARELHOS ÓPTICOS DE PRECISÃO, S.A., FREZITE, AMÉRICO COELHO RELVAS, SUCRS., S. A., PRETTL
 

No domínio da Gestão da manutenção, a Unidade da Qualidade e Inovação do CATIM presta os seguintes serviços:

 - Identificação das práticas e informação existente; identificação de necessidades da empresa
- Definição de metodologias de gestão da manutenção a implementar.
 - Apoio na definição de metodologias, indicadores de monitorização e controlo das atividades
 - Apoio na definição de planos de manutenção e registos associados.
 - Análise de resultados de indicadores

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Ergonomia - sessão Técnica, 16 de Dezembro!


A terceira sessão do ciclo de sessões técnicas a realizar pelo CATIM!
Terá a oportunidade de ouvir o que é essencial, colocar algumas das suas dúvidas e partilhar algumas experiências.
Sessões curtas, simples, sem os formalismos usuais nas acções de formação, seminários ou workshops (inscrição gratuita, obrigatória e só efectivada após confirmação do CATIM, nº limitado de inscrições, não previsto distribuição de documentação nem certificado de participação).

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Teleférico da Fajã dos Padres, Ilha da Madeira



Está em fase final de construção o Teleférico da Fajã dos Padres na Região Autónoma da Madeira (responsabilidade da empresa ETERMAR - Engenharia e Construção, SA), instalação que vai reforçar o acesso a uma das zonas mais emblemáticas da ilha.
O CATIM, através da sua Unidade de Engenharia e Segurança de equipamentos foi a entidade seleccionada para a verificação da conformidade do projecto com os requisitos de segurança e análise de segurança da conformidade da instalação com os mesmo requisitos.
Esta Unidade do CATIM desenvolveu competências neste domínio da segurança desde 2003, ano do primeiro trabalho com o Funicular dos Guindais na cidade do Porto, e nestes 11 anos decorridos, teve a oportunidade de fazer a apreciação dos riscos (projecto, construção e verificação intercalar de segurança) na grande maioria das instalações por cabo para o transporte de pessoas existentes em Portugal (funiculares e teleféricos).
Muito reconhecidos estamos pela confiança que as diversas entidades construtoras, donas de obra e exploradoras depositaram no CATIM, assim como pelo incontornável reconhecimento da autoridade nacional neste domínio o IMT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes
 
 
Habitada e cultivada desde o início do povoamento da Ilha da Madeira, a história da Fajã dos Padres acompanha a história da própria Ilha, existindo inúmeros registos e referências aos proprietários, às colheitas agrícolas e aos próprios habitantes do local, desde o séc. XV.
O nome da fajã deve-se ao facto de ter pertencido aos padres da Companhia de Jesus durante mais de 150 anos. Na sua passagem pela Fajã dos Padres, os Jesuítas deixaram marcos notórios, dos quais se destaca, sem dúvida, a introdução do vinho malvasia, um vinho cuja reputação ultrapassou as fronteiras de Portugal, e chegou até à Inglaterra ou aos Estados Unidos e até à Rússia.
Apesar do isolamento do local, chegaram a viver na Fajã cerca de 50 pessoas, entre colonos e jesuítas, distribuídas por um conjunto de cerca de 10 casas. Para além do amanho das terras, julga-se que o local terá servido então de local de veraneio dos frades.
Hoje é possível reviver um pouco da herança deste passado, ao visitar algumas destas pequenas casas recuperadas, ao provar o delicioso vinho malvasia numa visita à antiga adega, ou ao percorrer os antigos caminhos de pedra entre os poios de cultivo.

Mais informação: http://fajadospadres.com


sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Segurança em Atmosferas Potencialmente Explosivas - ATEX, 10 de Dezembro!

Acção de Formação, 10 de dezembro das 9h30 às 17H30

MÓDULO 1: ATMOSFERAS POTENCIALMENTE EXPLOSIVAS
Enquadramento legal – Decreto Lei n.º 236/2003 e Decreto Lei n.º 212/96
Enquadramento normativo
Identificação das substâncias que originam atmosferas potencialmente explosivas
Características das Atmosferas ATEX originadas por poeiras ou gases/vapores/névoas


MÓDULO 2: CLASSIFICAÇÃO DE ZONAS (2h30m)
Fatores que determinam a classificação e extensão das zonas classificadas
Metodologias de classificação das zonas
Medidas preventivas e organizacionais
Casos práticos


MÓDULO 3: VERIFICAÇÃO E ADEQUAÇÃO DE EQUIPAMENTOS (2h30m)
Adequabilidade dos equipamentos nas áreas classificadas
Características e graus de proteção dos equipamentos
Manual de protecção
Casos práticos


Mais informações e inscrições: aqui

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

ISO 22716 Cosmética - Sessão Técnica, 02 de Dezembro!


Depois do sucesso da sessão técnica "Gestão da Manutenção" com 16 participantes de 14 empresas industriais, mais uma sessão técnica!
Mais informações e inscrições: aqui

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Formação CATIM em Dezembro!

 
 
Acções, data de início!

Segurança no Trabalho
- Prevenção de Lesões Músculo-Esqueléticas – 1 de dezembro
- Requisitos Legais – Segurança e Saúde no Trabalho – Atualização – 3 de dezembro
- Workshop – Segurança no Trabalho em Espaços Confinados – 16 de dezembro
- Carta de Segurança – Renovação – 16 de dezembro
 
Segurança de Máquinas e de Equipamentos de Trabalho
- Segurança de Equipamentos e Movimentação de Cargas – 10 de dezembro
- Segurança em Equipamentos de Trabalho – 14 e 18 de dezembro
 
ATEX
- Segurança em Atmosferas Potencialmente Explosivas – 10 de dezembro
 
AMBIENTE
- Ecodesign e Rotulagem Energética – 9 de dezembro

Qualidade
- Sistemas de Gestão da Qualidade na Indústria Automóvel – ISO TS 16949 – 2 e 4 de dezembro
- Metodologia 5 S’S – 3 de dezembro
- Marcação CE de Produtos de Construção – EN 1090 – 11 de dezembro
- Auditorias Internas a Sistemas de Gestão – ISO 19011 – 15 e 17 de dezembro

 Metrologia
- Leitura e Interpretação de Desenho Técnico – 11 e 18 de dezembro
- Toleranciamento Dimensional e Geométrico – 15 e 17 de dezembro

Gás
- IIGRRDG – Atualização de Conhecimentos – 7 a 18 de dezembro
- Técnico de Gás – Atualização de Conhecimentos – 14 a 18 de dezembro

Informações completas e inscrições: aqui

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Ensaios de dobradiças



O ensaio de dobradiças de acordo com a Norma: EN1935 (dobradiças de eixo simples, amovíveis ou fixas, para utilização em portas e janelas) é um dos muitos ensaios realizados pelo Laboratório de Ensaios do CATIM.
Esta Norma classifica as dobradiças nas seguintes categorias de utilização:

Grau 1 – Utilização ligeira
Dobradiças para utilização em portas ou janelas de casas ou outras habitações e em edifícios onde exista uma baixa frequência de utilização por utilizadores muito cuidadosos e com os quais exista uma probabilidade muito baixa de ocorrência de acidentes ou de utilização indevida.

EXEMPLO: Situações domésticas e outras, tais como escritórios e áreas onde não há acesso do público em geral.

Grau 2 – Utilização média
Dobradiças para utilização em portas ou janelas de casas ou outras habitações e em edifícios onde exista uma frequência média de utilização por utilizadores com algum cuidado e com os quais exista alguma probabilidade de ocorrência de acidentes ou de utilização indevida.

EXEMPLO: Situações domésticas e outras, tais como escritórios e áreas onde há um acesso limitado do público em geral.

Grau 3 – Utilização elevada
Dobradiças para utilização em portas de edifícios onde existe uma elevada frequência de utilização pelo público ou outros utilizadores com pouco cuidado e com uma elevada probabilidade de acidentes ou de má utilização.

EXEMPLO: Edifícios públicos e institucionais, como bibliotecas, hospitais e escolas.

Grau 4 – Utilização severa
Dobradiças para utilização em portas que são objecto de utilização frequentemente violenta.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Business Sustainability 2015, 5ª conferência internacional



Decorreu nos passados dias de 18 a 20, na Póvoa de Varzim.
Participação activa do CATIM representados por Cláudia Fernandes, Luís Rocha e Nuno Araújo que apresentaram a comunicação " Additive manufacturing for SME’s competitiveness in the metal working industry"

http://2100projects.org/conferences/bs15/

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Auditorias internas, consulte o CATIM!


 
As auditorias internas visam obter evidências que possibilitem uma avaliação objectiva sobre o sistema de gestão, determinando em que medida, as políticas, procedimentos, requisitos especificados (critérios de auditoria) são cumpridos.
Da avaliação efectuada resultam constatações que podem indicar conformidade ou não conformidade (satisfação ou não de especificações, requisitos legais e do cliente por exemplo), oportunidades de melhoria ou registo de boas práticas.
Por exemplo na qualidade, as auditorias internas são um requisito da Norma NP EN ISO 9001, que especifica que a organização deve conduzir auditorias internas em intervalos planeados para determinar se o sistema de gestão da qualidade:
- está conforme com as disposições planeadas, com os requisitos desta Normas e com os requisitos do sistema de gestão da qualidade estabelecidos pela organização;
- está implementado e mantido com eficácia
 
Aproveite as vantagens que uma auditoria interna pode trazer quando realizada por auditores externos, que conseguem o devido distanciamento à prática da empresa, aportando uma avaliação independente, tão útil para a melhoria do sistema de gestão da qualidade, identificação de novas práticas, riscos não considerados ou deficiente abordagem à gestão do risco (questão importante na nova Norma ISO 9001: 2015)

Unidade da Qualidade e Inovação, catim@catim.pt
24 anos a prestar consultadoria na implementação de sistemas da qualidade e a realizar auditorias da qualidade, em especial no sector metalúrgico e metalomecânico, com base em diversos referenciais (ISO 9001, ISO/TS 16949, ISO/IEC 17025, ISO 17020, ISO 13485, ISO 22000, entre outros)
Consulte-nos!

Observações: O CATIM disponibiliza também equipas auditoras para a realização de auditorias internas de outros sistemas de gestão, nomeadamente o ambiental, de segurança e de IDI.
 

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Laboratório de Metrologia do CATIM


 
A máquina automática de calibração de blocos padrão é uma das poucas máquinas deste tipo existentes no mundo. Adquirida em 1995 pelo CATIM, foi há uns anos sujeita a um upgrade tecnológico, com a incorporação de um sistema de exaustão, para que o ligeiro aquecimento dos motores não influenciasse a estabilidade térmica do ambiente da câmara, onde se encontra a zona de operação, o que possibilitou a manutenção de uma temperatura controlada de (20 °C ± 0,1 °C).
 
 
 
O Laboratório de Metrologia do CATIM foi criado em 1988, tendo sido acreditado pelo Instituto Português da Qualidade nesse mesmo ano.

Metrologia Aplicada (Industrial)
       Calibrações / Ensaios de Medição:
·         Dimensional e geométrica
·         Tecnologia de medição por coordenadas 3D
·         Temperatura e Humidade
·         Pressão
·         Força e Momento
·         Grandezas elétricas
·         Tempo e Frequência
·         Velocidade e Aceleração
·         Massa - balanças
·         Acústica
 
Metrologia Legal
      OVM – Organismo de Verificação Metrológica:
·         Manómetros, vacuómetros e manovacuómetros (primeira verificação, verificação periódica - Região Centro)


Reconhecimentos:

Porto_LaborMet_Calibrações_M0003-1
Lisboa_LaborMet_Calibrações_M0003-2
LaborMet _Ensaios_ L0269-1
Braga_LaborMet_Ensaios_L0269-2
LER (Laboratório de Estudos de Ruído)

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Portugal 2020


 
 
Tem ideias e projectos, quer desenvolver uma nova máquina, um novo processo, um novo produto?
Necessita de competências adicionais e para isso necessita de identificar parceiros ou fornecedores que o ajudem?
Considere que chegou o momento de adoptar novas práticas organizacionais que favoreçam a inovação?

Existem muitos apoios no âmbito do Portugal 2020, Sistema de Incentivos Comunitário para o período 2014-2020, que visam estimular as empresas para a implementação de processos de qualificação e inovação.
O CATIM presta aconselhamento às PME's no âmbito dos projetos do Sistema de Incentivos – Portugal 2020 e restantes Programas da Comissão  Europeia, conseguindo articular os seus inúmeros serviços com as presentes estratégias de natureza coletiva vocacionadas para as PME's.

Contacte-nos!
Unidade Qualidade & Inovação, telefone 226 159 000, catim@catim.pt

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Hoje é Dia Mundial da Qualidade


Qualidade, o ar que se tem que respirar...
 
POLÍTICA DA QUALIDADE
Melhorar continuamente a Qualidade CATIM.
Esta Política é evidenciada pela capacidade do CATIM de satisfazer de forma crescente e reconhecida as necessidades dos seus clientes, de dotar de maior eficiência e eficácia os seus processos, de garantir o equilíbrio económico-financeiro da instituição, e assegurar a realização dos seus colaboradores.
Para sustentar o processo de melhoria, o CATIM compromete-se a avaliar de forma sistemática os seus processos, negócios e grau de satisfação dos seus clientes e colaboradores e a definir periodicamente novos objetivos.
Imparcialidade, independência e integridade.
Faz parte da Política da Qualidade, a necessidade de o CATIM se manter imparcial e independente nas suas atividades de avaliação técnica. As suas atividades e respetivo pessoal não poderão estar sujeitos a qualquer tipo de pressão que possa colocar em causa a credibilidade dos serviços prestados. Estes requisitos, aliados à competência técnica reconhecida, são e serão a base do relacionamento com cada Cliente e a base também da acreditação dos laboratórios de ensaio e de calibração, do reconhecimento do CATIM como Organismo Notificado e de outros futuros reconhecimentos.
Confidencialidade e segurança.
Faz parte da Política da Qualidade a completa observância do sigilo profissional no que diz respeito a toda a informação trocada com cada cliente e a segurança de toda a informação ou itens no CATIM depositados.
...
Cooperação.
Faz parte da Política da Qualidade a determinação do CATIM em cooperar de forma aberta e interessada com clientes, organismos de acreditação, de normalização, de regulamentação, outros laboratórios e organismos notificados e de inspeção, com vista à plena satisfação das necessidades dos clientes em particular e da sociedade em geral como instrumento essencial da melhoria contínua da qualidade.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

LUA - Licenciamento Único de Ambiente


O Licenciamento Único de Ambiente foi concebido no novo diploma Decreto-Lei n.º 75/2015, com o objetivo de simplificar, harmonizar e articular os pedidos de licenciamento no domínio do ambiente, garantindo a articulação com os diferentes regimes de licenciamento da atividade económica (SIR, REAP, entre outros).
O LUA visa harmonizar e integrar, os vários procedimentos atualmente dispersos, que em muitos casos são implementados pelas várias entidades licenciadores, com base em pressupostos distintos. Visa incentivar ao licenciamento integrado, razão pela qual o requerente que solicite um pedido de licenciamento no domínio do ambiente que inclua todos os regimes aplicáveis, obtém uma redução da taxa de 25%. Funcionará através da plataforma eletrónica Sistema Integrado de Licenciamento do Ambiente (SILiAmb).

terça-feira, 10 de novembro de 2015

WG12 - Environmental evaluation of machine tools (Working Group), 10 e 11 Nov - CATIM


Está a decorrer entre hoje e amanhã no CATIM - Porto, a 8ª reunião do WG12 - Environmental evaluation of machine tools (Working Group) do Comité Técnico de Normalização ISO / TC 39 - Machine Tools (Máquina-ferramenta), grupo no qual Portugal participa, sendo representado pelo Eng. Francisco Silva da Unidade de Engenharia e Segurança de Equipamentos do CATIM.
Este grupo de trabalho tem-se empenhado em elaborar um guia técnico com vista à integração dos aspectos relacionados com eco-design e ecoeficiência na fase de concepção de máquinas-ferramenta. Nesta fase do estudo estão em desenvolvimento os modos e os métodos de medição para as máquinas para metais (partes 2, 3 e 4) assim como o desenvolvimento de modelos tipo para avaliação das máquinas para trabalhar madeira.
Está a ser equacionado também a possibilidade de desenvolvimento de outras partes da norma (5 e 6) de modo a que esta possa contribuir para a uniformização de critérios e que possa sugerir potenciais melhorias para vários tipos de Máquina-ferramenta.

Mais informações sobre eficiência energética de máquinas, queira por favor contactar:
Eng. Francisco Silva / Eng. Alberto Fonseca - Unidade de Engenharia e Segurança de Máquinas
catim@catim.pt      telef. 226159000

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

ONS CATIM - actividade normativa em Outubro e Novembro

Reuniões realizadas em Outubro:
  • CT 12 Aços e ferros fundidos – dia 22 no CATIM Lisboa
  • CT 12 SC 4 Ensaios mecânicos físicos e não destrutivos – dia 22 no CATIM Lisboa
  • CT 12 SC 6 Fio laminado – dia 28 no CATIM Porto
  • CT 12 SC 7 Varão de aço para betão – dia 22 Outubro no CATIM Lisboa
  • CT 18 Elementos de tubagem, tubos válvulas e acessórios – dia 29 no CATIM Porto
  • CT 130 Plataformas elevatórias – dia 26 no CATIM Porto
  • CT 162 Instalações por cabo para o transporte de pessoas – dia 16 na Telecabine de Lisboa
  • CT 166 SC1 Equipamentos e instalações piscinas – dia 21 no CATIM Lisboa
  • CT 178 GT1 Edifícios com aparelhos a gás. Volume dos locais. Posicionamento dos aparelhos a gás – dia 14 realizada por videoconferência
  • CT 178 GT2 Edifícios com aparelhos a gás. Ventilação natural. Ventilação mecânica centralizada. Ventilação mista - dia 14 realizada por videoconferência

Reuniões previstas para Novembro:
  • CT 18 Elementos de tubagem, tubos válvulas e acessórios – dia 19 no CATIM Porto
  • CT 178 GT1 Edifícios com aparelhos a gás. Volume dos locais. Posicionamento dos aparelhos a gás – dia 18 a realizar por videoconferência
  • CT 178 GT2 Edifícios com aparelhos a gás. Ventilação natural. Ventilação mecânica centralizada. Ventilação mista - dia 18 a realizar por videoconferência
  • CT 178 GT4 Edifícios com aparelhos a gás. Instalação e ventilação de cozinhas profissionais – 19 no IPQ

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Laboratório de Ensaios do CATIM

 
Inicialmente criado em 1983 com a designação de Laboratório de Material de Queima, é o mais antigo laboratório do CATIM. Com a criação do CATIM em 1986 nas suas instalações actuais no Porto, e ampliação do âmbito dos ensaios, o laboratório passou a ser designado como Laboratório de Ensaios.
 
Ensaios de materiais e componentes
·         Composição química de ligas ferrocarbónicas, cobre, alumínio e níquel
·         Materiais metálicos: dureza, tração, choque, dobragem, flexão, compressão
·         Exames macrográficos e micrográficos
·         Ensaios de corrosão: nevoeiro salino neutro, cúprico e acéptico; ensaios cíclicos de corrosão; resistência ao SO2; resistência aos líquidos; resistência ao vapor de amónia; resistência de aços inoxidáveis a ácidos
·         Ensaios de resistência à fissuração por Ozono
·         Ensaios climáticos: temperatura; humidade; atmosfera condensada; choque térmico;
·         Ensaios de revestimentos: aderência por tracção, quadrícula e choque térmico
·         Avaliação de degradação de revestimentos: grau de enferrujamento, empolamento, fissuração, descamação e corrosão à volta de um traço
·         Espessura de revestimentos (esquemas de pintura, galvanização, prata, etc): ,método magnético, gravimétrico, corte metalográfico e coulométrico
 
 
Ensaios de produtos
·         Aparelhos a gás e elétricos
·         Louça metálica
·         Cutelarias
·         Artigos de puericultura: alcofas; andarilhos; berços; cadeiras altas; camas de bebé
·         Muda-fraldas
·         Mobiliário: cadeiras, mesas e armários
·         Brinquedos
·         Bocas e hidrantes de incêndio
·         Ferragens – dobradiças e fechaduras
·         Tubos e mangueiras de borracha
·         Tubos de polietileno - ensaios mecânicos
·         Recuperadores de calor e salamandras
·         Caldeiras a pellets e fogões a lenha
·         Tubos metálicos
·         Torneiras, válvulas de água e acessórios
·         Ensaios de varão para a construção
·         Parafusos, porcas e dispositivos de ligação
·         Cintas de amarração e elevação
·         Tampas de saneamento
·         Componentes de redes de gás - liras, tubos flexíveis, reguladores, válvulas
·         Eficiência energética de aparelhos de produção de água quente
·         Conformidade com as Diretivas ERP e Ecodesign
·         Ensaios sob  especificação/norma do cliente
 
 
Reconhecimentos:
 
Laboratório de Ensaios L0009-1
Lista acreditação flexivel - Aparelhos a Gás
Lista acreditação flexivel - Aparelhos de combustível sólido

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Sessão Técnica, 2 de Dezembro: ISO22716, Cosmética - Orientações sobre boas práticas de fabrico



Inscrições: aqui
 
A segunda sessão do ciclo de sessões técnicas a realizar pelo CATIM!
Se o tema em questão coincide com um projecto em curso na sua empresa, ou pensa iniciá-lo, estas sessões poderão ser uma preciosa ajuda!.
Terá a oportunidade de ouvir o que é essencial, colocar algumas das suas dúvidas e partilhar algumas experiências.
Sessões curtas, simples, sem os formalismos usuais nas acções de formação, seminários ou workshops (inscrição gratuita, obrigatória e só efectivada após confirmação do CATIM, nº limitado de inscrições, não previsto distribuição de documentação nem certificado de participação).
 

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

MSA – Measurement System Analysis, Formação 23 e 25 de Novembro!



 O MSA define uma metodologia para determinar se os erros e desvios dos sistemas de medição (equipamentos de medição, sensores e outros dispositivos de medição) se mantêm dentro de valores aceitáveis às exigências das especificações de produto ou processo e estáveis ao longo do tempo. As orientações do MSA permitem avaliar todo o processo de medição desde o método de ensaio e equipamentos de medição, até ao processo de obtenção de medições, de modo a assegurar a integridade dos dados utilizados no controlo da qualidade (avaliação) e de compreender as implicações dos erros de medição para as decisões tomadas sobre um produto ou processo.
 
Dada a sua importância na validação de amostras/protótipos e pré-séries tornou-se numa metodologia de referência para os sistemas da qualidade que é exigido pelos grandes construtores da indústria automóvel aos seus fornecedores.
 
Convidámo-lo a participar nesta acção de formação, a qual a qual decorrerá  nos dias 23 e 25 de Novembro, no horário das 9:30H às 17:30H, nas instalações do CATIM (Porto). Contamos com a sua presença!
Esta acção será monitorizada por especialistas da Unidade da Qualidade e Inovação do CATIM, unidade com 24 anos de experiência em consultadoria e formação no domínio da Gestão da Qualidade e ferramentas da qualidade.

Programa
Inscrições